Graça Guardia

Textos


IDEAL
      
Noite de paz,
Luz a brilhar,
Canção que refaz
A nos embalar.
 
Embalar nossos sonhos,
Nossas esperanças
Com olhos risonhos
E temperança.
 
De repente, um lampejo!
Vejo, no espelho,
Um sorrir benfazejo
E um seu conselho:
 
__Desperta, criança,
    Pra vida real.
    Cultivando a esperança,
    Siga seu ideal.
 
    Contudo, não perca
    De vista o madeiro
    De amor cujas farpas
    Nos faz verdadeiros.
 
    Somos marinheiros
    Que, com muita garra
    E alvos certeiros,
    Lançamos amarras.
 
    O ideal é singrar
    Desbravando mares
    E só ancorar
    Na chegada aos lares.
 
    Ideal é, no agir,
    Frutificar talentos
    E a tarefa assumir
    Santificando o “Vento”.
 
    É robustecer
    O querer bendito
    E se escolher,
    Ao amor, rendido.

    É deixar viger,
    Por compreensão,
    Em nosso viver,
    A luz da razão
 
    E, libertos do engodo
    Do orgulho insano,
    Cultivar o fogo
    Do viver lhano.
 
    Toda noite inunda
    Com sonhos de paz
    A alegria profunda
    Que o dia nos traz.
 
    Assim é com a meta
    Que sonhos traduz:
    Um ideal que enceta
    Vida calcada na luz.
 
 
Graça Guardia
Pelo Espírito  João (23.07.2003)
Graça Guardia
Enviado por Graça Guardia em 18/12/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras